Conflito

Soldado turco morre na ofensiva militar na Síria

Soldado turco morre na ofensiva militar na Síria

Um soldado turco morreu esta segunda-feira na Síria, sendo a primeira vítima turca ao terceiro dia da ofensiva militar de Ancara contra os combatentes curdos no norte da Síria.

"Um dos nossos soldados heroicos morreu durante os confrontos", anunciou o exército turco, em comunicado, explicando que a morte ocorreu nos confortos militares contra a milícia curda síria das Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG), considerada por Ancara como "terrorista".

A morte ocorreu a sudeste da cidade fronteiriça turca de Gulbaba, acrescentou o documento.

A ofensiva militar da Turquia no enclave curdo de Afrine, no nordeste da Síria, provocou quase 80 mortos desde sábado, contabilizando ambos os lados, revelou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O exército turco lançou no sábado uma operação de grandes dimensões sobre o enclave curdo de Afrine, batizada de "Ramos de Oliveira".

A intervenção inclui ataques aéreos e bombardeamentos de artilharia contra posições das Unidades de Proteção do Povo Curdo.

Os Estados Unidos, frequentemente criticados por Ancara pelo apoio às Forças Democráticas Sírias (FDS), apelaram à "contenção" da Turquia, mas o secretário de Estado norte-americano Rex Tillerson reconheceu hoje "o direito legítimo" dos turcos "em se proteger".

Mais de 70 soldados turcos foram mortos na operação militar da Turquia na Síria em 2016.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG