Argentina

Submarino com 44 tripulantes a bordo desapareceu dos radares

Submarino com 44 tripulantes a bordo desapareceu dos radares

Um submarino argentino com 44 tripulantes a bordo, cujo contacto foi perdido na manhã de quarta-feira, continua por localizar.

O porta-voz da Armada argentina, Enrique Balbi, explicou, esta sexta-feira, que o contacto com o submarino San Juan ainda não foi retomado e que este não é detetado pelos radares, mas recusou dar a embarcação como desaparecida.

"Não se pode dizer que se tenha perdido o submarino, porque, para ser dado como perdido, é preciso não o encontrar", disse, acrescentando que aviões e navios estão envolvidos na operação de busca.

O porta-voz da Armada argentina referiu que continuam as buscas do submarino, que se prevê que esteja a cerca de 430 quilómetros a sudeste da península de Valdés, na província de Chubut, sul da Argentina.

A Armada, que depende do Ministério da Defesa, revelou, em comunicado, que ordenou a todas as estações terrestres do litoral argentino "a busca preliminar e prolongada de comunicações e a audição em todas as frequências possíveis de transmissão do submarino".

O almirante Gabriel Gonzalez, comandante da base do Mar da Plata, destino do submarino, disse que este tem comida e oxigénio suficientes.

"Perdemos o contacto, não estamos a falar de uma emergência", declarou.