Índia

Técnico morre preso por porta de avião durante trabalhos de manutenção

Técnico morre preso por porta de avião durante trabalhos de manutenção

Um técnico de 26 anos de uma companhia aérea indiana, a SpiceJet, morreu num acidente, em Kolkatana, na Índia, na madrugada desta quarta-feira, depois de ter ficado preso acidentalmente na porta de um avião.

Rohit Pandey estava a realizar trabalhos de manutenção num avião, na pista do Aeroporto Internacional de Netaji Subhash Chandra Bose, quando uma das portas da aeronave fechou, deixando o homem preso, informou um porta-voz da companhia aérea SpiceJet.

Ao local foi chamada uma equipa médica para prestar socorro à vítima e outra técnica para retirar a porta, por forma a conseguir remover o funcionário. Apesar dos esforços, poucos minutos depois de a porta ter sido retirada, foi declarado o óbito.

A SpiceJet disse, em comunicado, que ficou "extremamente triste" com a notícia da morte, acrescentando que "toda a família SpiceJet está unida no luto por este incidente infeliz".

A Direção Geral da Aviação Civil (DGCA) já lançou uma investigação sobre o acidente.

Na semana passada, um avião da mesma companhia aérea aterrou para lá do fim da pista do Aeroporto Internacional Chhatrapati Shivaji, em Bombaim, segundo a imprensa local. O incidente não registou feridos, mas o aparelho ficou durante várias horas retido entre a pista e a relva.

Outros Artigos Recomendados