Conflito

Teerão ameaça atacar nos EUA, Israel e Emirados se for bombardeado

Teerão ameaça atacar nos EUA, Israel e Emirados se for bombardeado

O Irão ameaçou atacar "no interior dos EUA", "Israel" e "aliados dos EUA", em caso de retaliação pelo ataque contra bases iraquianas com militares norte-americanos.

A ameaça de atacar "dentro dos EUA" foi feita no canal dos Guardas da Revolução, citado pela CNN, em comentário a uma eventual retaliação norte-americana aos ataques realizados esta quarta-feira a duas bases iraquianas com militares dos EUA.

No mesmo canal, os Guardas da Revolução mencionaram a possibilidade de atacarem o Dubai, nos Emirados, e Haifa, em Israel, se fossem bombardeados.

Antes, em comunicado, os Guardas da Revolução tinham ameaçado atacar "Israel" e "aliados dos EUA".

As ameaças iranianas são os últimos desenvolvimentos de uma situação que começou com o disparo de "mais de uma dúzia de mísseis balísticos contra as forças militares dos Estados Unidos da América e da coligação em Al-Assad e Erbil", segundo afirmou em comunicado um porta-voz do Departamento da Defesa norte-americano, Jonathan Hoffman, citado pela agência France-Presse, acrescentando que "está claro que os mísseis foram disparados" a partir de território iraniano.

Ainda se desconhecem os efeitos deste ataque de mísseis iranianos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG