Ásia

Tóquio e Seul confirmam que Coreia do Norte disparou supostos mísseis balísticos

Tóquio e Seul confirmam que Coreia do Norte disparou supostos mísseis balísticos

As autoridades sul-coreanas e japonesas confirmaram que a Coreia do Norte disparou esta manhã dois projéteis que parecem ser mísseis balísticos de curto alcance, no quarto teste dos norte-coreanos esta semana.

Os militares da Coreia do Sul disseram que detetaram os dois lançamentos de mísseis norte-coreanos com 18 minutos de intervalo, perto das 7 horas (23 de sexta-feira em Lisboa), vindos da região da capital do Norte, Pyongyang. O Ministério da Defesa do Japão disse que também detetou os lançamentos.

"Os repetidos disparos de mísseis balísticos da Coreia do Norte são uma grave provocação que mina a paz e a segurança na península coreana e na comunidade internacional", disse o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul, em comunicado.

PUB

No comunicado, a Coreia do Sul condenou fortemente os lançamentos e apelou ao Norte que pare de testar mísseis balísticos.

Toshiro Ino, vice-ministro da Defesa do Japão, chamou os lançamentos de "absolutamente inadmissíveis" e sublinhou que os quatro testes de mísseis pela Coreia do Norte numa semana é uma escalada "sem precedentes".

De acordo com estimativas sul-coreanas e japonesas, os mísseis norte-coreanos voaram cerca de 350-400 quilómetros a uma altitude máxima de 30-50 quilómetros antes de caírem nas águas entre a península coreana e o Japão.

Toshiro Ino disse que os mísseis mostraram uma trajetória "irregular", de curto alcance e baixa altitude, semelhante aos outros cinco mísseis balísticos disparados pela Coreia do Norte em três ocasiões nesta semana.

O lançamento ocorre após a visita à Coreia do Sul da vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, que decorreu até quinta-feira.

Seul, Washington e Tóquio realizaram também exercícios militares antissubmarinos conjuntos na sexta-feira para combater o desenvolvimento de armas por parte de Pyongyang.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG