Pandemia

Total de mortos por Covid-19 em França sobe para 10.869

Total de mortos por Covid-19 em França sobe para 10.869

O total de mortos devido à pandemia de ​​​​​​​Covid-19 em França é de 10.869, com os dados a terem sido apenas atualizados para os óbitos nos hospitais, e o confinamento vai ser prolongado para além de 15 de abril.

Estes números foram avançados esta quarta-feira por Jérôme Salomon, diretor-geral da Saúde, que explicou ter havido um "problema técnico" na aplicação que recolhe o total de óbitos no país nos lares.

Assim, registaram-se 7.632 mortos em meio hospitalar (mais 541 desde terça-feira) desde o início da pandemia e o número de mortos nos lares continua a ser 3.237 até ser atualizado pelas autoridades.

Foram até agora registados 82.048 casos de Covid-19 no país.

Quanto ao confinamento, o Eliseu - sede da Presidência da República - avançou esta noite que a quarentena deverá continuar para além de 15 de abril e o Presidente da República, Emmanuel Macron, vai falar aos franceses na segunda-feira esclarecendo nessa altura até quando as medidas sanitárias em vigor se vão manter.

Desde dia 1 de março, 60 mil franceses já foram hospitalizados e 33.375 continuam internados em hospitais por todo a França, com o país a registar no total 10.869 mortos devido à Covid-19.

Dos 33.375 pacientes ainda internados, há 7.148 pacientes nas unidades de cuidados intensivos.

Mesmo se as entradas nestes serviços têm vindo a diminuir, Salomon lembrou que a tensão continua "particularmente forte", especialmente em algumas regiões como Île de France, no coração de Paris.

O diretor-geral da Saúde referiu também que houve um aumento da mortalidade em 31% a nível nacional, possivelmente ligado a esta pandemia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

O continente europeu, com mais de 750 mil infetados e mais de 58 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 17.669 óbitos em 139.422 casos confirmados até quarta-feira.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 14.555 mortos, entre 146.690 casos de infeção confirmados até quarta-feira, enquanto os Estados Unidos, com 12.910 mortos, são o que contabiliza mais infetados (399.929).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG