Mundo

Três mortos e quatro feridos em ataque israelita perto de Damasco

Três mortos e quatro feridos em ataque israelita perto de Damasco

O ataque israelita com mísseis perto da Damasco causou quatro mortos e três feridos, adiantou esta sexta-feira a agência de notícias oficial síria SANA, que citou fontes militares.

"O inimigo israelita realizou uma agressão (...) que matou três pessoas e causou alguns danos materiais", referiu a mesma fonte.

Os mísseis foram disparados desde as Colinas de Golã, anexadas por Israel, acrescentou.

PUB

Correspondentes da agência de notícias France-Presse (AFP) em Damasco relataram ter ouvido explosões na capital Damasco.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), os três mortos são oficiais e os quatro feridos, soldados, que operavam a defesa antiaérea.

Um incêndio deflagrou perto do aeroporto de Damasco, onde foram vistas ambulâncias a dirigirem-se para o local dos ataques, explicou ainda a SANA.

Em 13 de maio, um ataque semelhante matou cinco soldados e, em 27 de abril, um outro matou 100.

Desde o início da guerra na Síria em 2011, Israel realizou centenas de ataques aéreos contra o país vizinho, visando posições do Exército sírio, forças iranianas e o Hezbollah libanês.

Israel raramente comenta os seus ataques contra a Síria, mas diz que não permitirá que o Irão expanda sua influência na Síria.

O conflito na Síria resultou até agora na morte de quase 610 mil pessoas e numa grave crise humanitária.

Desencadeada em março de 2011 pela repressão às manifestações pró-democracia, a guerra na Síria tornou-se mais complexa ao longo dos anos com o envolvimento de potências regionais e internacionais, e a ascensão de extremistas islâmicos.

Apesar de derrota, o Estado Islâmico tem conseguido perpetrar ataques mortais através de células adormecidas, principalmente no vasto deserto no centro do país, onde realiza constantes emboscadas contra forças pró-governo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG