Tensão

Três países árabes do Golfo aconselham cidadãos a abandonar o Iraque

Três países árabes do Golfo aconselham cidadãos a abandonar o Iraque

Três nações árabes da região do Golfo aconselharam os seus cidadãos a abandonarem ou evitarem viajar para o Iraque devido a manifestações que já registaram mais de 40 mortos, segundo uma agência noticiosa do Kuwait.

Segundo uma fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Kuwait, citada pela agência Kuna, o seu Governo está a pedir aos cidadãos para abandonarem o Iraque, "imediatamente", ou para se absterem de viajar para este país, devido às violentas manifestações de protesto contra o Governo de Bagdad.

Também os governos do Qatar e do Bahrein estão a fazer apelos semelhantes, temendo consequências graves contra os seus cidadãos, após quatro dias de violentos protestos na cidade de Bagdad, que já registaram 42 mortos, incluindo três membros de forças de segurança.

O movimento de contestação que teve origem em Bagdad na terça-feira pede medidas para combater o desemprego entre os jovens e o afastamento dos dirigentes corruptos.

As manifestações são sobretudo dirigidas contra o governo do primeiro-ministro, Adel Abdul-Mahdi, formado em 2018, e que tem implementado medidas de âmbito económico num país marcado por conflitos armados e pela má gestão dos recursos naturais como o petróleo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG