"Obamagate"

Trump atira-se a Obama após críticas e fala na "administração mais corrupta" dos EUA

Trump atira-se a Obama após críticas e fala na "administração mais corrupta" dos EUA

Donald Trump acusa o ex-presidente Barack Obama da "administração mais corrupta" da história dos EUA. Desde que Obama considerou que a gestão da pandemia por Trump é um "desastre caótico absoluto" que Trump não para de falar do "Obamagate".

Numa das publicações mais recentes, Donald Trump escreve que o "Obamagate" faz o "Watergate" (escândalo que levou à demissão de Richard Nixon em 1974) parecer um assunto menor.

É apenas mais um post no Twitter nas últimas horas, onde o presidente norte-americano tem lançado diversas acusações contra o seu antecessor.

As críticas passam por Trump dizer que Barack Obama esteve de conluio com o seu ex-conselheiro de segurança nacional, Michael Flynn, para derrubar a nova administração dos EUA.

Flynn estava acusado de ter mentido ao FBI sobre o caso que envolvia uma eventual ligação de Trump ao Governo russo, para interferir nas eleições presidenciais de 2016.

O general declarou-se culpado, mas o processo foi arquivado pelo Departamento de Justiça norte-americano, após este considerar que as declarações de Flynn ao FBI tinham sido feitas durante uma investigação que "não se justificava".

As críticas de Trump contra Obama intensificaram-se após este descrever a sua gestão da pandemia de covid-19 como um "desastre caótico absoluto", apelando aos seus antigos dirigentes que se juntem a Joe Biden, candidato democrata às presidenciais de novembro.

O presidente dos EUA tem publicado dezenas de mensagens nas últimas horas a defender a tese de que Obama trabalhou de forma conspirativa para minar a sua gestão e o forçar a abandonar o cargo.

As palavras de Obama foram gravadas durante uma reunião de trabalho e divulgadas sem a autorização do ex-presidente norte-americano.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG