O Jogo ao Vivo

Tensão

Trump diz que EUA vão cortar relações com OMS

Trump diz que EUA vão cortar relações com OMS

O presidente norte-americano anunciou esta sexta-feira, em conferência de imprensa, que os Estados Unidos vão "cortar relações" com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

"A China tem total controlo da OMS apesar de só pagar 40 milhões de dólares [36 milhões de euros] por ano, comparado com os Estados Unidos que têm pago aproximadamente 450 milhões de dólares por ano [415 milhões de euros]", disse Donald Trump em conferência de imprensa, no jardim da Casa Branca. "O mundo precisa de respostas da China sobre o vírus. Temos de ter transparência", acrescentou o presidente dos Estados Unidos.

Trump tem sido um ávido crítico da Organização Mundial de Saúde, tendo inclusive ameaçado cortar financiamento à instituição. Acresce ainda o facto de os Estados Unidos serem um dos maiores financiadores da OMS, que esta semana lançou uma nova campanha de angariação de fundos. O diretor-geral Tedros Ghebreyesus garantiu aos jornalistas que a iniciativa nada tem a ver com a ameaça de Trump.

O presidente norte-americano acusa a instituição de ser "uma marioneta da China" e advertiu a instituição das Nações Unidas a iniciar reformas e obter resultados significativas no combate à pandemia da covid-19. Já a China acusou a administração de Trump de querer atacar a OMS para desviar a atenção da gestão da pandemia nos Estados Unidos.

Outras Notícias