Diplomacia

Trump nomeia diplomata Todd Chapman embaixador dos EUA no Brasil

Trump nomeia diplomata Todd Chapman embaixador dos EUA no Brasil

O Presidente norte-americano, Donald Trump, nomeou como novo embaixador dos Estados Unidos no Brasil o diplomata Todd Chapman, que até há uns meses chefiou a Embaixada dos EUA no Equador.

A nomeação de Todd Chapman, que ainda tem de ser confirmada pelo Senado, foi anunciada por Donald Trump num comunicado divulgado na noite de quarta-feira.

Chapman já trabalhou em Brasília como ministro-conselheiro na Embaixada dos EUA, entre 2011 e 2014, e antes de entrar na carreira diplomática, em 1990, já trabalhara como consultor no Brasil, de acordo com a Casa Branca.

Entre janeiro de 2016 e meados deste ano, Todd Chapman foi embaixador no Equador, país onde testemunhou e planeou a aproximação entre Quito e Washington e do qual saiu antes dos recentes protestos.

Em entrevista à agência de notícias Efe, em junho, Chapman afirmou que o socialismo do século XXI "perdeu força" e "credibilidade".

"Onde foi implementado, [o socialismo] criou pobreza, autoritarismo e estagnação económica", defendeu.

A ideia promete encaixar-se bem no Governo de Jair Bolsonaro, que, numa visita à Casa Branca, em março, formalizou uma aliança com Trump baseada no desprezo mútuo pela esquerda.

Antes de se tornar embaixador no Equador, Chapman foi vice-secretário adjunto para os assuntos políticos e militares no Departamento de Estado, vice-coordenador adjunto para os assuntos económicos na Embaixada em Cabul (Afeganistão) e vice-chefe de missão na Embaixada dos EUA em Maputo.