O Jogo ao Vivo

EUA

Trump retira oficialmente EUA da OMS

Trump retira oficialmente EUA da OMS

A administração Trump notificou o Congresso e as Nações Unidas de que os Estados Unidos se estão a retirar formalmente da Organização Mundial da Saúde.

O presidente norte-americano retirou oficialmente os Estados Unidos da Organização Mundial de Saúde (OMS), que acusa de má gestão da pandemia do novo coronavírus.

"O Congresso recebeu a notificação de que o Presidente retirou oficialmente os Estados Unidos da OMS em plena pandemia", escreveu, no Twitter, o senador democrata Robert Menendez, membro da comissão senatorial dos Negócios Estrangeiros.

O início do processo de saída, também avançado pela agência de notícias Efe, que cita um funcionário da Casa Branca, só acontecerá dentro de um ano. "O aviso da saída dos Estados Unidos, que se tornará efetiva a 6 de julho de 2021, foi enviado ao secretário-geral da ONU [António Guterres], que é o depositário da OMS", disse a fonte à Efe.

Críticas à atuação da OMS

Em fins de maio, Trump anunciou que terminava o relacionamento entre os Estados Unidos e a OMS, que acusou de ser inapta na gestão da pandemia de covid-19. O presidente norte-americano alegou que a OMS não soube responder de forma eficaz ao seu apelo para introduzir alterações no seu modelo de financiamento, depois de já ter ameaçado cortar o financiamento norte-americano a esta organização das Nações Unidas, acusando-a de ser demasiado benevolente com o Governo chinês.

Outras Notícias