O Jogo ao Vivo

Mundo

Turquia indemniza famílias de curdos mortos por engano

Turquia indemniza famílias de curdos mortos por engano

A Turquia vai pagar indemnizações às famílias dos contrabandistas curdos, confundidos com rebeldes, mortos em ataques aéreos perto da fronteira com o Iraque, mas não vai pedir desculpa oficialmente.

"As indemnizações vão ser pagas em dois dias", garantiu o vice-primeiro-ministro Bulent Arinc em declarações à televisão turca, citadas pela agência AFP, acrescentando que "oficialmente" não haverá um pedido de desculpa pelas mortes. "Seria uma expectativa muito negativa que pedíssemos desculpa oficialmente", disse.

Bulent Arinc afirmou que as mortes não foram intencionais, acrescentando que uma investigação à eventual negligência está em marcha: "Está absolutamente fora de questão que o incidente tenha sido intencional. Mas, ainda que não tenha sido intencional, estão a ser feitas investigações a qualquer possível negligência", afirmou.

Na noite de quarta-feira, a Força Aérea turca matou 35 curdos, a maioria deles com menos de 20 anos, perto da fronteira com o Iraque. O ataque provocou uma vaga de protestos nos meios pró-curdos, que choram "o massacre".

Na sexta-feira, milhares de curdos em cólera enterraram as vítimas do bombardeamento e vaiaram o primeiro-ministro turco, Recep Erdogan, qualificado de assassino.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG