Mundo

Ucrânia nega qualquer entrega de armas ao Estado Islâmico

Ucrânia nega qualquer entrega de armas ao Estado Islâmico

As autoridades pró-ocidentais ucranianas negaram esta sexta-feira ter entregado armas ao grupo extremista Estado Islâmico, na sequência do desmantelamento no Kuwait de uma célula acusada de transferir armas da Ucrânia para a Síria.

"As acusações de que a Ucrânia procedeu a transferências de armas para os terroristas do Estado Islâmico são infundadas", declarou o Ministério da Defesa ucraniano em comunicado.

O Ministério acrescentou que "a Ucrânia não tem fabricado, nem adquirido, sistemas de defesa aérea FN-6 de fabrico chinês, nem assegurou o trânsito dos mesmos através do seu território. Além disso, os FN-6 não integram, nem nunca integraram, as armas utilizadas pelas forças armadas ou por outros grupos militares ucranianos".

Na quinta-feira, o Ministério do Interior do Kuwait anunciou que as autoridades tinham desmantelado um grupo que forneceu fundos e sistemas de defesa aérea ao Estado Islâmico.

O chefe da célula, um libanês que não foi identificado, admitiu ter captado recursos e assegurado apoio logístico ao grupo extremista, indicou ainda o Ministério do Interior do Kuwait.

Segundo a mesma fonte, o homem agiu como coordenador do Estado Islâmico no Kuwait e facilitou o intercâmbio de armas, transferidas da Ucrânia para a Síria por via marítima.

Outras Notícias