Apoio

UE anuncia ajuda humanitária de 170 milhões de euros para a Síria

UE anuncia ajuda humanitária de 170 milhões de euros para a Síria

A União Europeia (UE) anunciou esta quarta-feira a mobilização de 170 milhões de euros em ajuda humanitária para apoiar "as pessoas mais vulneráveis" na Síria, 60 milhões dos quais se destinam à crise em Idlib.

Em comunicado, o comissário europeu para a Gestão de Crises, Janez Lenarcic, destaca a posição da UE como maior doadora no contexto da crise dos refugiados sírios, anunciando a disponibilização de "170 milhões de euros em ajuda humanitária para continuar a ajudar as pessoas mais vulneráveis na Síria, incluindo 60 milhões de euros para enfrentar a crise humanitária no noroeste" no país, nomeadamente em Idlib, onde a situação é mais grave.

"As flagrantes violações do direito internacional humanitário tornaram-se comuns no noroeste da Síria há algum tempo e isso tem de parar. Os ataques a civis, crianças e trabalhadores humanitários devem terminar", vinca Janez Lenarcic na nota.

Segundo esse responsável, a assistência no local deve, também, poder ser prestada "sem obstáculos", já que a seu ver "as operações humanitárias transfronteiriças são cruciais para milhares de pessoas que contam com o apoio diário para salvar vidas".

Janez Lenarcic e o Alto Representante da UE para a Política Externa terminaram hoje uma visita oficial a Ancara, na Turquia, no âmbito da qual se discutiu também o conflito sírio.

A Síria atravessa um grave conflito há 10 anos, que já levou mais de 11 milhões de pessoas a necessitarem de assistência humanitária.

Em Idlib, a situação deteriorou-se dramaticamente, criando deslocamentos de pessoas em larga escala e situações precárias no local para mais de três milhões de civis, entre os quais um milhão de crianças.

Desde o início do conflito sírio, a UE já mobilizou mais de 17 mil milhões de euros em assistência humanitária para ajudar a população na Síria e em países vizinhos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG