O Jogo ao Vivo

Polémica

UE critica Eslovénia e apela à solidariedade com o Afeganistão

UE critica Eslovénia e apela à solidariedade com o Afeganistão

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janez Janša, considerou que não compete à UE "ajudar e pagar a todos no planeta que estão em fuga em vez de lutarem pela sua pátria", numa polémica declaração prontamente criticada pelo presidente do Parlamento Europeu, David-Maria Sassoli.

Janez Janša afirmou, no Twitter, que "se as mulheres podem organizar-se e lutar contra os Talibãs em algumas partes do Afeganistão, o mesmo deveria acontecer com os homens". "Não é dever da UE ou da Eslovénia ajudar e pagar a todos no planeta que estão em fuga, em vez de lutarem pela sua pátria", referiu.

Na mesma rede social, David-Maria Sassoli respondeu que "não compete à atual presidência do Conselho dizer o que a União Europeia fará. Todas as nossas instituições estão a trabalhar para ver que solidariedade é necessária para aqueles que estão em risco com o novo regime e não apenas os afegãos com quem trabalharam".

"Convidamos o primeiro-ministro Janša a discutir com as instituições europeias para que possamos decidir quais os próximos passos. Todos os nossos países se sentem envolvidos com a situação do Afeganistão e é claro que temos de mostrar solidariedade", afirmou Sassoli

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG