Mundo

UE pede ao Governo e oposição da Ucrânia "coragem" para aplicarem acordo

UE pede ao Governo e oposição da Ucrânia "coragem" para aplicarem acordo

O presidente do conselho europeu, Herman Van Rompuy, pediu, esta sexta-feira, ao Governo e à oposição da Ucrânia "coragem" para "passarem das palavras aos atos" e aplicar o acordo assinado para pôr fim à crise.

O acordo, assinado na presença dos mediadores europeus, "é um compromisso necessário para lançar o indispensável diálogo político" que vai permitir à Ucrânia sair da atual crise, afirmou Van Rompuy, num comunicado divulgado em Bruxelas.

"É agora responsabilidade de todas as partes serem corajosas e passarem das palavras aos atos", acrescentou.

O acordo, assinado, esta sexta-feira, pelo Presidente, Viktor Ianukovitch, e pelos líderes dos três partidos da oposição com representação parlamentar, prevê importantes concessões à oposição como a antecipação das eleições presidenciais, a formação de um Governo de coligação e a reforma constitucional.

Van Rompuy sublinhou por outro lado que a conclusão deste acordo foi possível graças ao "importante trabalho" dos ministros dos Negócios Estrangeiros da França, Alemanha e Polónia e do representante da Rússia, Vladimir Lukin, e aos "persistentes esforços" desenvolvidos há dois meses pela chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG