Covid-19

UE pondera suspensão das ligações aéreas com o Reino Unido

UE pondera suspensão das ligações aéreas com o Reino Unido

O gabinete de Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, esteve este domingo reunido de urgência com representantes dos 27, para coordenar medidas, relacionadas com a nova variante do vírus identificada no Reino Unido.

Entre os tópicos estiveram a possibilidade de "suspensão das ligações aéreas e a introdução de testes serológicos" para os viajantes oriundos do Reino Unido, apurou o JN. A reunião foi convocada com o objetivo de "partilhar informação sobre as medidas que os Estados-Membros pretendem adotar nas próximas horas", depois da descoberta da nova variante mais contagiosa do novo coronavírus, pelas autoridades britânicas.

Nesta altura, pelo menos seis países da União Europeia cortaram as ligações aéreas e ferroviárias com o outro lado do Canal da Mancha. Numa primeira fase, os Países Baixos e a Bélgica anunciaram o encerramento das ligações com o Reino Unido. Mais tarde, Itália seguiu pela mesma via e também encerrou as ligações com o território britânico. Alemanha e França anunciaram já esta noite que também adotavam a mesma medida de precaução. A Irlanda também vai impor restrições aos ferry-boats oriundos do Reino Unido.

Esta tarde, antes da presidência do Conselho Europeu avançar para a convocatória de uma videoconferência com as autoridades dos 27 Estados-Membros da União Europeia, o presidente francês, Emmanuel Macron, e a chanceler alemã, Angela Merkel, participaram numa chamada telefónica com a presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, para uma discussão sobre o assunto.

Depois desta chamada telefónica, o gabinete do presidente do Conselho Europeu convocou a videoconferência em que participaram representantes nacionais, mas "não ao nível dos líderes". Ou seja, Portugal não foi representado pelo primeiro-ministro.

PUB

Entretanto, o gabinete da Chanceler alemã convocou um encontro com especialistas, ao abrigo do Mecanismo Europeu Integrado de Reação à Crise, que funciona como um "botão de alarme", que é acionado em situação excecionais, para coordenação entre os 27 de medidas que vão desde a partilha de informações até à tomada de decisões extraordinárias em casos de crise.

Neste fim de semana, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou novas restrições no Reino Unido depois da descoberta de uma nova variante do vírus que os peritos consideram 70% mais contagiosa, com capacidade para elevar o índice de contágios R0, em 0,4.

Várias zonas do Reino Unido, como Londres, estão em confinamento de nível 4. Em Portugal, o Instituto de Saúde Ricardo Jorge ainda não identificou, até ao momento, a nova estirpe do coronavírus.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG