Ambiente

Urso polar esfomeado encontrado a 700 quilómetros de casa numa aldeia russa

Urso polar esfomeado encontrado a 700 quilómetros de casa numa aldeia russa

Os habitantes de uma aldeia russa na Península de Kamchatka, no leste do país, foram surpreendidos ao verem um urso polar a vaguear nas ruas à procura de comida.

Os meios russos deram conta, na quarta-feira, de que um urso polar, aparentemente esfomeado, terá viajado de Chukotka até à aldeia de Tilichiki, num percurso de cerca de 700 quilómetros.

Ambientalistas acreditam que o animal terá perdido a orientação enquanto estava a flutuar num bloco de gelo."Devido às alterações climáticas, o Ártico está a ficar mais quente e há menos oportunidades de caça", disse, citado pelo jornal "The Guardian", Vladimir Chuprov, da Greenpeace. "O gelo está a recuar e os ursos polares procuram novas formas de sobreviver. A maneira mais simples é chegar até às pessoas.

Ao avistarem o animal, os habitantes locais terão oferecido alimentos. Nas últimas horas, alguns vídeos chegaram às redes sociais e foram partilhados por vários utilizadores.

As autoridades locais estão a preparar uma operação para devolver o animal selvagem ao seu habitat natural. A estratégia passa por sedar o urso e depois transportá-lo via helicóptero para Chukotka.