Saint-Raphaël

Homem barricou-se num museu em França

Homem barricou-se num museu em França

Um homem barricou-se esta quarta-feira de manhã no museu de arqueologia de Saint-Raphaël, no sudeste de França, onde foram escritas palavras em árabe na parede do edifício. O suspeito foi entretanto detido pelas autoridades.

"O museu vai ser um inferno" era uma das inscrições visíveis nas paredes exteriores do museu, onde um homem terá entrado durante a noite, de acordo com as fontes policiais, citadas pela agência de notícias AFP.

O indivíduo acabou por ser detido pela "Raid", unidade de elite da polícia nacional francesa. Segundo a televisão francesa BFM TV, a detenção ocorreu sem causar ferimentos. Por enquanto, sabe-se que o suspeito que não estava armado e ainda não foi identificado.

Alertados pelas 7.30 horas locais (menos uma hora em Portugal continental), os polícias foram enviados para o local.

"[As mensagens] estão a ser traduzidas na íntegra", disse a prefeitura da cidade à agência de notícias AFP, acrescentando que "pelo menos um indivíduo está dentro do museu". Segundo fonte próxima à investigação, citada pela BFM TV, era provável que se tratasse de um "ato de uma pessoa desequilibrada" e fora de perigo, sobretudo porque parece que o suspeito não terá feito reféns.

Um perímetro de segurança foi montado à volta do museu, localizado no centro da cidade, com cerca de 35 mil habitantes.

A "Raid", unidade de elite da polícia nacional francesa, chegou ao local por volta das 10 horas locais (menos uma hora em Portugal continental).

Classificado como monumento histórico, o museu, no centro da zona antiga de Saint-Raphaël, estende-se por uma área de exposição de 800 metros quadrados.