EUA

Variante Delta obriga Barack Obama a reduzir convidados da festa de aniversário

Variante Delta obriga Barack Obama a reduzir convidados da festa de aniversário

Barack Obama celebra esta quarta-feira o seu 60º aniversário e planeava organizar uma grande festa com mais de 470 convidados e 200 funcionários na ilha de Martha's Vineyard, nos EUA. O aumento de número de casos de infeção por covid-19, devido à variante Delta, levou o ex-presidente a reduzir o número dos convidados.

O ex-presidente dos Estados Unidos da América planeia uma festa ao ar livre no estado de Massachusetts, porém "devido à nova dissiminação da variante Delta na semana passada, o ex-presidente e a Sra. Obama decidiram reduzir significativamente o evento para incluir apenas a família e amigos íntimos", referiu Hannah Hankins, porta-voz de Barack Obama.

Segundo a imprensa local, Oprah Winfrey, Steven Spielberg e George Clooney foram convidados para o evento, mas ainda não há conhecimento se deverão comparecer. A banda Pearl Jam também está agendada para se apresentar durante a festa.

PUB

A imprensa local apontou ainda que os convidados tem de estar totalmente vacinados e testados contra a covid-19 antes de viajar para o local do evento. Também na festa vai estar presente um "coordenador do covid-19" para garantir que os convidados seguem os protocolos de segurança sanitária.

Um porta-voz da Casa Branca adiantou que o atual presidente do país não poderá comparecer ao evento, referindo que Joe Biden "espera encontrar o ex-presidente em breve e recebê-lo apropriadamente no clube por mais 60 anos". O porta-voz não revelou o motivo por Joe Biden não aparecer na festa, mas está previsto que o presidente viaje para a sua casa de praia em Rehoboth Beach, no Delaware.

O anúncio da realização da festa trouxe algumas críticas, principalmente por conservadores. Brent Bozell, presidente da empresa de análise de comunicação, Media Research Center, utilizou a rede social Twitter para perguntar se a comunicação social iria cobrir a festa do ex-presidente como se fosse "o próximo grande evento supercontagioso". Também Jim Hanson, um analista de direita, referiu ironicamente que "máscaras e fechos são para as pessoas comuns".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG