O Jogo ao Vivo

Mali

Um morto em ataque "sem precedentes" contra forças internacionais no Mali

Um morto em ataque "sem precedentes" contra forças internacionais no Mali

Um ataque "sem precedentes" contra as bases da ONU no Mali (Minusma) e da força militar francesa Barkhane em Tombuctu provocou no sábado, pelo menos, um morto e cerca de 20 feridos, referiu o governo maliano.

O assalto ocorreu cerca das 14:00 locais (15:00 em Lisboa) nas instalações aeroportuárias desta cidade do norte do Mali onde estão acantonados os capacetes azuis da Minusma e os soldados da força militar enviada pela França no âmbito da operação Barkhane.

As bases foram alvo de "uma dezena de disparos de lança foguetes", enquanto homens com fardas dos capacetes azuis se tentavam "infiltrar" na zona militar a bordo de dois veículos armadilhados, referiu o ministro da Segurança do Mali.

Um dos veículos exibia as cores das Forças armadas malianas (FAMas) e o outro a sigla UN, das Nações Unidas. O primeiro "explodiu", enquanto o segundo foi "imobilizado".

Segundo a Minusma, um dos seus capacetes azuis foi morto durante "trocas de tiros e uma dezena ficou ferida. O ministro maliano indicou ainda que o ataque também provocou "uma dezena" de feridos entre a força militar francesa que intervém no país africano do Sahel.

Grupos com ligações à Al-Qaida mantiveram-se muito ativos no norte do Mali entre março de 2012 a janeiro de 2013, quando foi desencadeada uma operação militar internacional por iniciativa da França.

A partir de 2015 estes ataques alastraram ao centro e sul do Mali, e o fenómeno ultrapassou as fronteiras vizinhas, em particular no Burkina Faso e Níger, onde quatro soldados norte-americanos e quatro militares nigerianos foram mortos numa emboscada em outubro de 2017.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG