Mundo

Venezuela e ONU analisam programa de assistência humanitária

Venezuela e ONU analisam programa de assistência humanitária

O secretário-geral dos Assuntos Humanitários da ONU, Marck Lowcock, reuniu-se segunda-feira com o ministro das Relações Exteriores venezuelano, para analisar o programa de assistência humanitária entre as Nações Unidades e o Governo do presidente Nicolás Maduro.

"O ministro Jorge Arreaza reuniu-se com Marck Lowcock da ONU (...) para analisar o plano de assistência técnica humanitária entre as Nações Unidas e o Governo venezuelano", anunciou o político venezuelano.

O anúncio foi feito através do Twitter, acompanhado por quatro fotografias do encontro entre os dois em Caracas no âmbito de uma visita de três dias de Mark Lowcock à Venezuela, para analisar na crise que afeta o país.

Durante a visita, Marck Lowcock deverá reunir-se também com o presidente do parlamento, o opositor Juan Guaidó, parlamentares afetos ao regime, representantes de organizações não governamentais, diplomatas e cidadãos afetados pela crise.

De momento não está previsto que Mark Lowcock faça declarações à imprensa.

A 28 de setembro, Jorge Arreaza e Marck Lowcock encontraram-se em Nova Iorque, na ONU.

A crise política, económica e social, na Venezuela agravou-se desde janeiro último, quando o presidente do parlamento, o opositor Juan Guaidó, jurou publicamente assumir as funções de Presidente interino da Venezuela, até conseguir afastar Nicolás Maduro do poder, formar um governo de transição e convocar eleições livres e transparentes no país.

Nos últimos cinco anos, segundo diversas fontes, pelo menos 4,5 milhões de venezuelanos abandonaram o seu país escapando da crise.

As ONGs locais têm insistido que um de cada quatro venezuelanos precisa de assistência humanitária urgente.

Várias organizações estimam que até finais de 2020 outros 1,5 milhões de venezuelanos vão abandonar o país.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG