O Jogo ao Vivo

O principal assessor do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi alvo de uma tentativa de homicídio, com disparos contra o automóvel em que seguia, que feriram o seu motorista.

Ataque

Carro de assessor do presidente da Ucrânia atingido a tiro

Carro de assessor do presidente da Ucrânia atingido a tiro

O carro foi atingido por mais de 10 disparos de arma de fogo, em Lisnyky, na região de Kiev, de acordo com um comunicado das forças de segurança ucranianas.

Sergei Shefir, o principal assessor de Zelensky, não ficou ferido no ataque, de acordo com as informações da polícia.

O motorista ficou "gravemente ferido", segundo uma publicação do ministro do Interior ucraniano, Antón Geráshchenko, na rede social Facebook, que indicou que os tiros foram disparados com armas automáticas, a partir de uma zona de floresta.

O gabinete do presidente associou o ataque à política de Zelensky contra as "oligarquias".

O Governo ucraniano elaborou um projeto de lei que, entre outras coisas, cria um cadastro especial de oligarcas, que serão impedidos de financiar partidos e comprar empresas estatais em grandes processos de privatização.

"Certamente associamos este ataque a uma campanha agressiva e até militante contra a política ativa do chefe de Estado", disse o assessor do chefe do gabinete do presidente, Mikhail Podolyak, ao jornal ucraniano Vesti.

É "uma política que visa reduzir significativamente a influência tradicional dos oligarcas à sombra nos processos sociais, bem como remover grupos políticos e financeiros que trabalham abertamente para os nossos adversários estrangeiros", afirmou.

O presidente Zelensky encontra-se, no momento, em Nova Iorque para participar na Assembleia Geral da ONU.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG