Apoiantes de Donald Trump de todos os cantos dos EUA responderam ao apelo do republicano e deslocaram-se até à capital para protestarem contra o resultado das eleições presidenciais que deu vitória a Joe Biden.

EUA

Centenas de apoiantes de Trump rumam a Washington para "reclamar" eleição

Centenas de apoiantes de Trump rumam a Washington para "reclamar" eleição

Apesar de a manifestação estar agendada para esta quarta-feira, centenas de apoiantes do atual presidente já marcavam presença ontem, na capital dos EUA, para "reclamarem" a vitória de Trump nas eleições de novembro.

No dia em que o Congresso deve certificar Joe Biden como o novo presidente do país, Trump marcou um comício junto à Casa Branca para as 11 horas locais (16 horas em Portugal) e pediu aos seguidores para "chegarem cedo".

"Washington está a ser inundada por pessoas que não querem ver uma vitória eleitoral roubada por democratas encorajadores da Esquerda radical. O nosso país está farto, não aguentam mais!", escreveu o republicano através da rede social Twitter. Trump recusa-se a aceitar a derrota eleitoral e continua, repetidamente, a utilizar o argumento infundado de fraude eleitoral nos estados com menos diferença de votos.

Devido à manifestação pró-Trump, as autoridades de Washington ativaram a Guarda Nacional para impedir uma escalada de violência e grande partes dos estabelecimentos estão fechados. Muriel Bowser, presidente da câmara de Washington, anunciou ontem a possibilidade de decretar recolher obrigatório.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG