Um homem foi arrastado de casa pela polícia, em Hangzhou, na China, por alegadamente se ter recusado a ir para um centro de quarentena após ter sido identificado como um "contacto próximo" de um infetado com covid-19.

"Covid zero"

Homem retirado de casa à força por se recusar a ir para centro de quarentena na China

Homem retirado de casa à força por se recusar a ir para centro de quarentena na China

De acordo com a CNN Internacional, que noticiou o caso, as autoridades de Hangzhou pediram desculpa por terem "puxado e arrastado" o homem de casa.

Numa altura em que o país vive protestos em massa e sem precedentes por causa da repressão do regime a vários níveis, nomeadamente devido à política "covid zero", o Governo chinês aperta o controlo aos cidadãos e às redes sociais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG