A Polícia sul-africana detetou um jardim de canábis cultivado por ativistas indígenas perto do escritório do presidente do país, Cyril Ramaphosa. O líder indígena agarrou-se a uma planta em protesto mas acabou detido.

África do Sul

Indígena detido por plantar canábis em frente ao escritório do presidente sul-africano

Indígena detido por plantar canábis em frente ao escritório do presidente sul-africano

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG