Pelo menos uma pessoa morreu no ataque a um complexo de luxo na capital do Quénia, esta terça-feira, já reivindicado pelo grupo extremista somali al-Shabab. Local foi evacuado após os primeiros relatos de atentado e carros incendiados.

Quénia

As imagens da evacuação do complexo de luxo atacado em Nairobi

As imagens da evacuação do complexo de luxo atacado em Nairobi

O ataque tem semelhanças com o cerco no centro comercial "Westgate", também naquela zona, conduzido em 2013 por membros do mesmo grupo. Na altura, os atacantes invadiram o complexo e deram início a um cerco de três dias e que provocou a morte de 67 pessoas.

Esta segunda-feira, um tribunal em Nairobi decidiu levar três dos suspeitos detidos a julgamento, ilibando um outro por falta de provas.

Desde 2011 que o grupo rebelde ameaça retaliar, depois de o Quénia enviar tropas para a Somália.

Imobusiness