Milhares de libaneses marcharam até ao porto de Beirute para assinalar o primeiro aniversário da explosão devastadora que matou mais de 200 pessoas, em 2020.

Tragédia

Libaneses rumaram ao porto de Beirute para assinalar um ano da explosão

Libaneses rumaram ao porto de Beirute para assinalar um ano da explosão

A investigação ainda não apresentou resultados e nenhum responsável foi julgado. Sabe-se que na origem da tragédia estiveram 2750 toneladas de nitrato de amónio, que estavam esquecidas no porto há mais de seis anos.

A população quer justiça e acusa a classe política de corrupção e inércia. O país está sem governo há cerca de um ano e a crise socioeconómica, agravada ainda mais pela explosão, é já a pior do país

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG