O artista Mundano pintou um mural de grandes dimensões num prédio em São Paulo, Brasil, utilizando as cinzas de queimadas na Amazónia e noutras zonas florestais do país para alertar sobre as alterações climáticas.

Brasil

Mural gigante pintado com cinzas das queimadas na Amazónia

Mural gigante pintado com cinzas das queimadas na Amazónia

O ativista percorreu milhares de quilómetros e fez das sobras das queimadas a matéria-prima para criar a sua palete de cores.

O painel, com mil metros quadrados, demorou cerca de duas semanas a ser feito e é inspirado na obra "O Lavrador de Café", de 1934, de Candido Portinari.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG