A "cidade que nunca dorme" está irreconhecível. A Covid-19 conseguiu dissipar as multidões e o trânsito de Nova Iorque. Os Estados Unidos podem ser, em breve, o epicentro da pandemia.

EUA

Nova Iorque. A "cidade que nunca dorme" está deserta

Nova Iorque. A "cidade que nunca dorme" está deserta

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG