Está a causar polémica entre os católicos a atitude do Papa no Santuário de Nossa Senhora do Loreto, em Itália. O Papa não quis que os fiéis lhe beijassem as mãos, recusando tal reverência.

Polémica

Papa não deixa fiéis beijarem-lhe as mãos

Papa não deixa fiéis beijarem-lhe as mãos

O Papa está no santuário Mariano a celebrar a Solenidade da Anunciação e após a celebração da missa foi saudado por muitos católicos presentes que pretendiam beijar a mão e anel de Francisco. Um sinal de "deferência e respeito pelas mãos do líder máximo da Igreja Católica", explicou ao JN um sacerdote português. Em Itália, a imprensa refere que a atitude do Papa é "incompreensível" e "desrespeitosa" para com os fiéis.

Esta segunda-feira é particularmente importante para os católicos porque é o dia em que é anunciada a gravidez da Virgem Maria. De hoje a nove meses é dia de Natal, dia do nascimento de Jesus.

O Santuário de Loreto é um dos principais lugares marianos de peregrinação na Itália e na Europa. Dentro dele está, segundo uma tradição antiga, a Santa Casa, a casa da Virgem em Nazaré, que milagrosamente foi transladada para esta cidade italiana.

Em Nazaré, a casa tinha duas partes: uma gruta, que ainda pode ser vista naquela cidade da Galileia, e a construção de tijolos, que é a parte que se venera em Loreto.