O enorme Sambódromo do Rio de Janeiro está vazio e silencioso. Este ano, o grande Carnaval carioca foi adiado devido à pandemia, mas a autarquia decidiu iluminar a Avenida Marquês de Sapucaí em homenagem às vítimas da covid-19.

Brasil

Sem festa, Sambódromo do Rio homenageia vítimas da covid-19

Sem festa, Sambódromo do Rio homenageia vítimas da covid-19

O prefeito do Rio de Janeiro entregou a chave da cidade a profissionais de saúde que combatem o coronavírus e apelou à população para ajudar a controlar a pandemia. "O meu apelo, de todo o coração partido, é para que ajudemos os profissionais e tenhamos amor ao próximo", afirmou Eduardo Paes, pedindo para que se evitem ajuntamentos durante o Carnaval.

Apesar da maior festa brasileira ter sido cancelada este ano, a esperança é que para ano os desfiles possam acontecer. "Em 2022 vamos fazer o maior Carnaval da história do Mundo", prometeu o prefeito Djeferson Mendes, artista que interpreta a personagem do Rei Momo, figura que simboliza o Carnaval.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG