Covid-19

Vírus já matou 15 mil pessoas na Europa. Cinco vezes mais do que na China

Vírus já matou 15 mil pessoas na Europa. Cinco vezes mais do que na China

Mais de 15 mil pessoas já morreram na Europa devido à pandemia de Covid-19, segundo um balanço feito, esta quinta-feira, pela agência France Presse (AFP) a partir de fontes oficiais.

No total, foram registadas 15500 mortes na Europa, a maioria em Itália (8215) e na vizinha Espanha (4089), os países mais afetados pela pandemia de Covid-19, seguidos da França (1696), refere a AFP.

Com 268191 casos de infeção oficialmente confirmados, a Europa é o continente onde a pandemia da doença provocada pelo novo coronavírus está a progredir mais rapidamente. Tem três vezes mais casos confirmados que a China e causou quase cinco vezes mais mortes (4,71) que no território continental chinês.

A China, sem contar com os territórios de Hong Kong e Macau, conta com 81285 casos (mais de 74 mil recuperados) e regista 3287 mortes. Nas últimas 24 horas, reportou seis mortes e 67 novos casos, todos com origem no exterior, quando o país começa a regressar à normalidade, após dois meses de paralisia.

Os países mais afetados a seguir à Itália, Espanha e China são o Irão, com 2234 mortes (29406) casos, a França, com 1331 mortes (25233 casos), e os Estados Unidos, com 1031 mortes (68572 casos na quarta-feira).

Em Portugal, segundo dados revelados esta quinta-feira pela Direção-Geral de Saúde, há mais de 3500 infetados e pelo menos 60 pessoas perderam a vida para a Covid-19.

O continente africano registou até hoje 73 mortes devido ao novo coronavírus, ultrapassando os 2700 casos, em 46 países.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras, para tentarem travar um vírus que já terá infetado mais de meio milhão de pessoas, segundo a Universidade Jonhs Hopkins, nos EUA.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG