O Jogo ao Vivo

EUA

Youtuber despenhou avião que pilotava para fazer vídeo

Youtuber despenhou avião que pilotava para fazer vídeo

A Agência Federal de Aviação dos EUA retirou a licença de voo ao piloto e youtuber Trevor Jacob, depois de ter ficado provado que despenhou um avião em que seguia, em novembro de 2021, para depois publicar o vídeo do momento na Internet.

Em novembro de 2021, Trevor Jacob publicou um vídeo no Youtube a sobrevoar a floresta nacional de Los Padres, na Califórnia, que conta já com 2,2 milhões de visualizações. Apesar de ter sido visto como um acidente, na altura, agora a Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA concluiu que Jacob despenhou intencionalmente o avião para obter mais visualizações, retirando-lhe a licença de piloto.

PUB

A FAA determinou que Jacob tinha despistado o seu Taylorcraft BL-65 de 1940 propositadamente e que "demonstrou falta de cuidado, julgamento e responsabilidade por ter escolhido saltar de uma aeronave apenas para gravar as imagens do acidente". A acusação foi justificada com o facto de Jacob ter anexado várias câmaras na parte externa do avião, incluindo uma câmara apontada para a hélice "para gravar imagens de vídeo do lado de fora e do interior do avião a voar."

Outras provas incluem a mochila de paraquedas que estava preparada, a abertura da porta do lado esquerdo antes de alegar que o motor falhou e o não ter entrado em contacto com a equipa de controlo de tráfego aéreo, antes de saltar. Além disso, Jacob não procurou áreas seguras para pousar, embora "houvesse vários [locais seguros] dentro do seu alcance", e saltou do avião enquanto segurava uma câmara que gravava o avião durante a queda.

Assim, a Agência Federal de Aviação dos EUA retirou a licença de piloto ao youtuber e informou, através de uma carta, que se não entregasse os seus certificados imediatamente, estaria sujeito a outras ações legais, incluindo uma multa.

Em resposta às penalizações, Jacob publicou um vídeo no Youtube, onde lamenta e diz que não imaginou que "publicar um vídeo de uma aventura iria trazer tantas penas". "A comunidade da aviação tem sido muito dura comigo, e eu estou a pensar em desistir de vez, só porque sou odiado", acrescentou.

De acordo com o que está escrito na carta, Jacob não pode solicitar novamente a sua licença de piloto por um ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG