Exclusivo

Norte foi a única região onde a taxa de reciclagem caiu

Norte foi a única região onde a taxa de reciclagem caiu

Pouco mais de um terço do lixo foi ali preparado para reutilização e reciclagem. Portugal está a produzir em maior quantidade e a aumentar deposição em aterro. APA e ERSAR duvidam que metas definidas para este ano sejam alcançadas.

Em 2018, Portugal atingiu uma taxa de reciclagem de 40%, a dez pontos percentuais de distância da meta definida para o final do corrente ano: 50%. E a Região Norte foi a única em contraciclo: caiu dos 37,9%, em 2017, para os 33,7%, no ano em análise. Ou seja, pouco mais de um terço dos 1,658 milhões de toneladas de resíduos geridos pela região foram preparados para reutilização e reciclagem. Taxa pior só a registada pelo Algarve (passou de 20,8% para 21,5%), condicionada pelo "boom" populacional nos meses de verão.

Numa análise mais fina aos dados do Instituto Nacional de Estatística, constata-se que das 23 sub-regiões, dez viram a taxa de reciclagem cair. Metade estavam na região Norte: Cávado, Ave, Área Metropolitana do Porto, Alto Tâmega e Terras de Trás-os-Montes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG