Última Hora

4 de maio, 18 de maio e 1 de junho: as datas-chave para a reabertura do país

4 de maio, 18 de maio e 1 de junho: as datas-chave para a reabertura do país

O plano do Governo para começar a abrir, paulatinamente, a atividade económica do país prevê, no imediato, três datas fundamentais: 4 de maio, 18 de maio e 1 de junho.

Em cada uma dessas fases serão feitas concessões a alguns setores de atividade, que dessa forma vão poder abrir os seus negócios.

Começará com as pequenas lojas, já na segunda-feira, 4 de maio, e depois prosseguirá a 18 de maio, com lojas de maior dimensão, anunciou, esta quarta-feira, o líder do PSD, Rui Rio, depois de ter estado reunido com o primeiro-ministro, António Costa, que vai ouvir os partidos antes de anunciar, na quinta-feira, o plano detalhado do "regresso à normalidade" que vai suceder ao fim do Estado de Emergência.

Sem se querer alargar no anúncio das medidas, "por não ser eticamente correto" fazê-lo no lugar do primeiro-ministro, o líder do PSD pediu, no entanto, que sejam acelerados todos os mecanismos que permitam fazer chegar dinheiro público à economia, aludindo também a alguns problemas na concessão de crédito.