Mobilidade

60% dos portugueses saíram à rua no primeiro dia de desconfinamento

60% dos portugueses saíram à rua no primeiro dia de desconfinamento

Mobilidade equivale a 84% da normal, em época pré-covid, e tem vindo a aumentar desde a semana do fecho das escolas.

A reabertura dos jardins de infância e escolas do 1º ciclo, na segunda-feira, marcou o arranque do desconfinamento e a maioria dos portugueses saíram à rua, segundo os dados da PSE. A empresa de análise de dados anunciou que 59,4% dos portugueses saíram à rua, um valor que representa 84% daquilo que eram as movimentações antes da pandemia.

Numa análise de todas as segundas-feiras deste ano, em que o índice de base 100 corresponde à mobilidade na situação pré-covid, o início desta semana foi o dia com mais gente na rua de 2021. No início de janeiro, chegou a 78%, antes do fecho das escolas, altura em que caiu para 59%, tendo desde então ficado estável em torno de 70%, para subir para 78% na semana passada e, agora, 84%.

Isto significa que, pelos dados da PSE, neste segundo confinamento, o nível máximo de pessoas em casa chegou apenas a 55,6% (a 25 de janeiro, com as escolas fechadas), rondando os 50% na maioria dos dias. Nesta segunda-feira, ficou-se por 40% (seriam 25% nos tempos anteriores à pandemia).

A empresa tecnológica portuguesa PSE monitoriza os dados fornecidos por uma aplicação própria, em funcionamento desde 2019, instalada nos telemóveis de 4992 residentes em Portugal Continental, representativos da população com mais de 15 anos. As informações recolhidas auxiliam processos de planeamento de mobilidade urbana, de planeamento do território ou de investimento, nomeadamente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG