Reconhecimento

Academia de Coimbra dá prémio a Carlos Moedas

Academia de Coimbra dá prémio a Carlos Moedas

O engenheiro civil, economista e político Carlos Moedas é o vencedor do Prémio Universidade de Coimbra (UC). O reitor da instituição, Amílcar Falcão, fará hoje o anúncio público da distinção. O galardão vai ser entregue a 1 de março, na sessão solene comemorativa do 730.º aniversário da UC.

Nascido em Beja, em 1970, Carlos Manuel Félix Moedas é licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico, tem um MBA pela Harvard Business School, concluído em 2000, fazendo depois carreira como economista. Integrou os quadros do banco de investimento Goldman Sachs, em Londres.

Após ter sido secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro no XIX Governo Constitucional (2011-2014), foi como comissário europeu para a Investigação, Inovação e Ciência (entre 2014-2019) que se distinguiu no plano internacional.

É atualmente administrador executivo da Fundação Calouste Gulbenkian, membro do conselho administração do Instituto Jacques Delors, membro do conselho consultivo da iniciativa "Futuros da Educação" da UNESCO e membro do conselho consultivo do projeto Reimagine Europa.

noutros países

O agora premiado pela universidade mais antiga do país coleciona uma série de outras distinções. Em 2015, foi condecorado com a Ordem de Mérito Civil espanhola, no ano seguinte recebeu a distinção de Doutor Honoris Causa em Direito pela Universidade de Cork, na Irlanda, e, em 2018, recebeu distinção equivalente pela École Supérieure de Commerce de Paris. É, ainda, membro honorário da Academia Africana de Ciências e recebeu, no ano passado, a Medalha de Ouro da Ordem dos Engenheiros.

De acordo com o regulamento do concurso, criado em 2004, qualquer instituição ou pessoa de nacionalidade portuguesa pode enviar propostas de candidatura do prémio, acompanhadas do currículo do candidato, bem como uma explicitação do caráter inovador do respetivo contributo cultural ou científico.O júri do prémio é presidido pelo reitor da UC e tem como vice-presidentes Inês Oom de Sousa (administradora do Banco Santander-Totta) e Domingos de Andrade (diretor do Jornal de Notícias). Nesta edição participaram como vogais Catarina Resende de Oliveira (Universidade de Coimbra), Conceição Bento (Escola Superior de Enfermagem de Coimbra), Cristina Canavarro (Universidade de Coimbra), Esmeralda Dourado (TAP Air Portugal), João Gabriel Silva (Universidade de Coimbra), José Cardoso Bernardes (Universidade de Coimbra), Rui Santos Ivo (Infarmed) e Teresa Mendes (Universidade de Coimbra/Instituto Pedro Nunes).