O Jogo ao Vivo

Covid-19

Adiamento do início das aulas compensado nas férias de Carnaval e da Páscoa

Adiamento do início das aulas compensado nas férias de Carnaval e da Páscoa

As aulas vão recomeçar a 10 de janeiro, depois das férias do Natal, para conter o aumento do número de casos de covid-19, alteração essa que será compensada, depois, nas interrupções do Carnaval e da Páscoa.

"Introduzimos uma ligeira alteração no calendário escolar, adiando a reabertura do início do segundo período para o dia 10 de janeiro", afirmou António Costa, na conferência de imprensa do final da reunião do Conselho de Ministros, no qual foram decididas novas medidas para combater a pandemia.

O primeiro-ministro esclareceu, depois, que esses cinco dias vão ser recompensados "com a redução de dois dias da interrupção do Carnaval e de três dias da interrupção na Páscoa".

O chefe do Governo explicou ainda que esta "semana de contenção [de 2 a 9 de janeiro] visa assegurar que depois de um período de intenso contacto e convívio familiar se evite o cruzamento de pessoas de diferentes agregados familiares".

António Costa esclareceu que as creches e o ensino particular também vão estar encerrados na primeira semana de janeiro.

PUB

Segundo o primeiro-ministro, estas medidas aplicam-se "a todos os graus de ensino" e "às atividades dos ATL [Atividades de Tempos Livres] e outras atividades congéneres".

"Paralelamente, volta a assegurar-se escolas de acolhimento para filhos ou outros dependentes a cargo de trabalhadores mobilizados para o serviço ou em prontidão e replica-se o anterior regime de justificação de faltas, associado ao apoio a filho ou outro dependente a cargo menor de 12 anos decorrentes de suspensão das atividades letivas e não letivas presenciais fora dos períodos de interrupção letiva, salvaguardando-se o apoio alimentar aos alunos que necessitem", lê-se no decreto-lei.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG