Segurança

Aeroportos vão ser reforçados com 238 operacionais durante o verão

Aeroportos vão ser reforçados com 238 operacionais durante o verão

Os aeroportos portugueses vão ser reforçados com 238 operacionais durante o verão para dar resposta ao aumento da procura sentido nessa época, anunciou José Luís Carneiro, Ministro da Administração Interna, em conferência de imprensa esta terça-feira. O reforço de elementos do SEF e da PSP (+168), representa um acréscimo de 82% ao atual efetivo, e vai elevar o número de operacionais para um total de 529 até 4 de julho de forma gradual.

A medida, que se inicia esta quinta-feira no aeroporto de Faro e sexta-feira em Lisboa, faz parte do plano de contingência, ativo entre junho e setembro.

Este plano representa um "esforço nacional" de várias entidades no controlo de fronteiras, disse o MAI. Durante a conferência o ministro negou que o plano tenha sido antecipado devido aos atrasos no aeroporto de Lisboa, sentidos no domingo passado.

PUB

Além do reforço de operacionais será também iniciado um projeto piloto, o sistema de pré-registo de passageiros, para acelerar o embarque, e alargada a nacionalidades de "baixo risco migratório" a utilização das e-gates: um sistema de controlo de documentos com autenticação rápida. Este sistema (e-gates), muito usado para acelerar o processo de autenticação de cidadãos europeus e da Austrália, Japão, Singapura, e entre outros, permite uma leitura rápida dos passaportes através de dados biométricos.

Durante este processo será sempre garantida a proteção dos dados dos viajantes, garantiu o ministro.

Lisboa será o aeroporto mais reforçado, com mais 102 operacionais, seguido do Porto, que vai receber 49 elementos do SEF e da PSP, e, por fim, Faro, que espera um reforço de 45 agentes.

A tecnologia terá um grande papel neste plano de contingência, numa demonstração de um "saber fazer tecnológico" a outros países, disse o MAI.

Foi ainda anunciada a criação de um grupo de trabalho para controlar o plano de contingência durante a sua aplicação. Na conferência de imprensa também estiveram presentes, juntamente com o MAI, Patrícia Gaspar, secretária de Estado da Proteção Civil, Hugo Santos Mendes, secretário de Estado das Infraestruturas e Fernando Silva, diretor do SEF.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG