Nacional

Agosto despede-se com temperaturas acima dos 30 graus

Agosto despede-se com temperaturas acima dos 30 graus

O mês de agosto termina com sabor a praia e verão. Esta quarta-feira, as temperaturas vão ultrapassar os 30 graus na maioria dos distritos de Portugal.

Para esta quarta-feira, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê céu pouco nublado ou limpo, temporariamente muito nublado por nuvens altas, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral oeste até meio da manhã, nebulosidade que poderá persistir ao longo do dia em alguns locais da faixa costeira da região centro.

O vento será em geral fraco do quadrante norte, rodando temporariamente para sudoeste no sotavento algarvio e soprando moderado a forte de noroeste no litoral oeste a sul do Cabo Mondego, com rajadas até 65km/h, em especial durante a tarde.

Para a Madeira, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado, apresentando-se pouco nublado no sul da ilha, aguaceiros no final do dia no norte, enquanto o vento será moderado de nordeste, sendo moderado a forte nas terras altas, em especial a partir da tarde.

Já nos Açores, para o conjunto das nove ilhas, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado com boas abertas, além de aguaceiros fracos na madrugada.

Segundo o IPMA as temperaturas máximas vão atingir os 35 graus Celsius em Castelo Branco; os 34 em Évora; 33 em Braga e Beja; 32 em Portalegre e Guarda; 31 em Vila Real e Santarém; 29 em Faro; 28 em Lisboa e Santa Cruz; 27 em Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Funchal e 26 no Porto.

Risco "Muito Elevado" de exposição à radiação UV

Os distritos do continente, com exceção de Braga e Viana de Castelo, apresentam um risco "Muito Elevado" de exposição à radiação ultravioleta (UV), informou o IPMA.

Vila Real, Bragança, Porto, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém, Portalegre, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro, apresentam um índice de exposição de 8.

Já Viana do Castelo e Braga apresentam índice de exposição de 7, ou seja, "Elevado".

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

A Região Autónoma da Madeira tem hoje um índice de exposição à radiação ultravioleta de valor 9, enquanto na Região Autónoma dos Açores, as ilhas Terceira, Flores e São Miguel apresentam um índice de exposição à radiação ultravioleta de 8 (muito elevado).

Para o índice de exposição elevado e muito elevado, o instituto recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, "t-shirt", guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG