Exclusivo

Grande Porto: Ainda há quem lave a roupa nos tanques e até faça negócio

Grande Porto: Ainda há quem lave a roupa nos tanques e até faça negócio

Lavadouros públicos já não têm tanta gente, mas no Grande Porto nem todos trocam o "rio" pelas máquinas de lavar.

Começaram todas ainda na infância a lavar roupa à mão. Uma ajuda preciosa nas famílias com vários filhos e montanhas de roupa para lavar.

"Eram outros tempos". Altura de "muita miséria" em que o rio se enchia de gente quando quase não havia máquinas de lavar. Os tempos, entretanto, mudaram, e todas estas mulheres, acima dos 55 anos, já têm máquinas em casa. Mas o chamamento do "rio", em que a água corre solta agora nos tanques públicos, é mais forte. Porém, desengane-se quem pensa que, nos dias de hoje, esta tarefa apenas se mantém nos meios rurais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG