Nacional

Almeida Santos admite formação de Governo de salvação nacional

Almeida Santos admite formação de Governo de salvação nacional

O presidente do PS, Almeida Santos, admitiu, esta quarta-feira, que poderá ter de se formar um governo de salvação nacional se nas próximas eleições não se conseguir uma maioria parlamentar ou um governo de coligação.

"Se não houver uma maioria parlamentar... se houver, não se justifica", disse o histórico socialista aos jornalistas.

Almeida Santos falava no final da cerimónia de doutoramento honoris causa que a Universidade de Coimbra atribuiu ao ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente do PS ressalvou ainda que, num cenário de não haver maioria parlamentar e antes de se passar para um governo de salvação nacional, terá de se ver as possibilidades de se formar um governo de coligação.

O socialista recordou que "sempre que um país passa por dificuldades políticas vem à ideia um governo de salvação nacional" e confessou que não tem "grande memória de um governo de salvação nacional".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG