O Jogo ao Vivo

Crise

Altino Bessa e João Medeiros demitem-se da direção nacional do CDS

Altino Bessa e João Medeiros demitem-se da direção nacional do CDS

Altino Bessa e João Medeiros, militantes de Braga do CDS, demitiram-se da direção nacional do partido. Ainda em Braga, a Comissão Política Distrital diz que houve "um ato de saneamento" dos representantes daquele distrito no Conselho Nacional. Há nove distritos e duas regiões autónomas de fora.

A demissão de Altino Bessa e João Medeiros já foi comunicada à direção nacional. Ao JN, Altino Bessa confirma que apresentou a demissão, à semelhança de João Medeiros, por entenderem que "não há uma imposição do CDS no contexto político atual, bem pelo contrário", pois "parece que o partido vai desaparecer".

Os dois militantes fazem parte do movimento de Filipe Lobo d'Ávila, vice-presidente que também já se demitiu, e defendem um congresso para clarificar a direção, adianta Altino Bessa: "Neste momento e perante este cenário, após inúmeras saídas e uma fragilidade pública da atual direção e do presidente do partido, é preciso haver um congresso para clarificar".

Entretanto, a Comissão Política Distrital de Braga, presidida pelo eurodeputado Nuno Melo, emitiu um comunicado em que acusa a direção nacional de ter levado a cabo "um ato de saneamento" dos representantes daquele distrito no Conselho Nacional.

O comunicado a que o JN teve acesso refere que os 11 conselheiros nacionais do distrito de Braga viram o mandato terminar a 13 de janeiro de 2021 e, por isso, a direção nacional impôs que, para participarem conselheiros de Braga, teriam de ser novamente eleitos em Assembleia Distrital. O problema é que, em plena pandemia e "com várias eleições internas suspensas desde março de 2020", a Distrital entendia que se deviam "prorrogar os mandatos até existirem condições para a realização de eleições".

PUB

O mesmo comunicado refere que a comissão nacional não aceitou a prorrogação dos mandatos, o que significa que os 11 conselheiros de Braga "não poderão participar" no Conselho Nacional do CDS que está a decorrer este sábado. Como consequência disso, a Distrital deliberou "protestar pelo ato de saneamento que os representantes do distrito de Braga foram alvo por parte da direção do CDS".

A mesma Distrital sublinha que, para além dos conselheiros de Braga, também não estão representados os distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Faro, Guarda, Portalegre, Santarém, Viana do Castelo e as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. O JN tentou, até ao momento sem sucesso, contactar a direção nacional do CDS.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG