Relatório

Pressão dos trabalhos de casa coloca Portugal entre os piores países em estudo da OMS

Pressão dos trabalhos de casa coloca Portugal entre os piores países em estudo da OMS

Um em cada quatro adolescentes assume sentir-se mais nervoso, irritado ou com dificuldades em dormir, pelo menos, uma vez por semana.

O relatório feito em parceria com a Organização Mundial de Saúde, sobre comportamentos em saúde em crianças em idade escolar (HBSC) - 11, 13 e 15 anos -, divulgado esta segunda-feira, revela que a saúde mental diminui com o crescimento, especialmente entre as raparigas.

Em Portugal, a elevada pressão exercida pelos trabalhos de casa, sentida especialmente pelas raparigas mais velhas, põe o país entre os piores resultados desde 1998.

Nos 45 países europeus analisados, mais de um em cada dez adolescentes relatam ter sofrido de ciberbullying, pelo menos, uma vez nos dois meses anteriores ao inquérito.

Portugal está abaixo da média europeia, mas ao contrário dos restantes revela maior frequência de acidentes e lesões entre as raparigas de 13 anos e os rapazes mais novos. Na Europa, um em cada quatro adolescentes faz sexo sem proteção.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG