Exclusivo

Alunos à distância podem chumbar por faltas às aulas online

Alunos à distância podem chumbar por faltas às aulas online

Escolas vão monitorizar semanalmente ausências. Pais têm de justificar a ausência de sessões síncronas e a não realização de tarefas.

O ensino pode ter passado para um regime à distância mas continua a ser obrigatório, pelo que os alunos estão sujeitos ao mesmo regime de faltas e podem, no limite, chumbar. A pedido do Ministério da Educação, as escolas vão sinalizar semanalmente as ausências injustificadas e reportar às comissões de proteção de menores os casos de risco de abandono. Os diretores preparam-se para chamar às escolas alunos sem equipamentos ou sem apoio em casa.

O dever de assiduidade não se cinge às aulas síncronas, mas também às outras atividades propostas pelos professores. Assim, ausências ou trabalhos não entregues, durante uma semana, têm de ser justificados pelos pais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG