Exclusivo

Alunos estão mais tristes, desligados e agressivos

Alunos estão mais tristes, desligados e agressivos

Diretores preocupados com problemas emocionais pedem apoio de psicólogos clínicos.

Há diretores preocupados com a tristeza dos alunos. Há casos de depressão, anorexia, violência e de afastamento uns dos outros, numa clara dificuldade de socialização. "Só agora começamos a perceber os verdadeiros problemas dos confinamentos", alerta Severina Fontes, diretora do agrupamento D. Afonso Henriques, de Vila de Aves (Santo Tirso), que defende o reforço de recursos, nomeadamente o apoio de pedopsiquiatras ou psicólogos clínicos.

Este ano, revela a diretora, teve duas alunas com problemas depressivos e de anorexia que precisaram de ser hospitalizadas. No 1.º Ciclo e Pré-Escolar, nota que há maior agressividade entre os alunos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG