Nacional

Mais 180 militares portugueses partem para a República Centro-Africana

Isabel Moita

Foto Carlos Manuel Martins/global Imagens

A 11.ª Força Nacional Destacada (FND) com a participação de 180 militares vai partir em breve para a Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana. A cerimónia de partida e de chegada de militares será presidida pelo secretário de estado da Defesa nacional, Marco Capitão Ferreira e acontece esta quarta-feira, em Lisboa.

A FND, que partirá em breve, é comandada pelo Tenente-coronel Prata Pinto e, em comunicado, o Estado-Maior-General das Forças Armadas destaca a presença de "tropas especiais paraquedistas do Exército Português, incluindo, também, militares de outras unidades do Exército, que reforçam a sua capacidade operacional, e três militares da Força Aérea Portuguesa, que constituem uma equipa de controlo aéreo tático".

As cerimónias de despedida e receção aos militares acontecem esta quarta-feira à tarde no aeródromo de Figo Maduro e contam com a presença do Chefe do Estado-Maior do Comando Conjunto para as Operações Militares, Tenente-general Paulino Serronha, e do Vice-chefe do Estado-Maior do Exército, Tenente-general Guerra Pereira, entre outras entidades civis e militares.

Após seis meses de missão na República Centro-Africana, a 10ª FND, que contou com a participação de 193 militares, regressa amanhã à tarde a Portugal.