Pandemia

Novo recorde: mais de 65 mil novos infetados por covid-19 em Portugal

Daniela Jogo

Unidade de cuidados intensivos do Hospital de São João, no Porto

Foto Artur Machado / Global Imagens

Em 24 horas há mais 42 mortos por covid-19 e 65 578 novas infeções confirmadas, um novo recorde de novos casos diários em 24 horas. A incidência continua a subir.

A pandemia continua a crescer em Portugal e os números não enganam. A Direção-Geral da Saúde reportou 42 mortes e 65 578 casos de covid-19 nas últimas 24 horas. No total são 2 377 818 infeções reportadas desde o início da pandemia, período no qual morreram 19 703 pessoas.

O boletim revela uma subida de 13 029 novos casos de covid-19 em relação à quarta-feira da semana passada, quando foram registados 52 549 novos casos. O número de mortes também subiu, comparativamente à semana passada: esta quarta-feira registaram-se 42 mortes, enquanto no dia 19 morreram 33 pessoas vítimas do SAR-CoV-2. Quando comparados com mesmo período do ano passado, estes números são bastante inferiores: a 26 de janeiro de 2021, 291 doentes perderam a batalha contra a covid-19.

Foto: DR

Nos hospitais a tendência continua decrescente, hoje há menos sete doentes internados. Ao todo são 2313 pessoas acamadas, 154 em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), menos quatro do que na terça-feira. No mesmo dia de 2021, eram 6472 os doentes nos hospitais, dos quais 765 eram doentes graves.

Norte com 43% das infeções

O Norte do país concentra 43% das novas infeções, onde há agora mais 28 314 casos por covid-19. Seguido pela região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), com 18 696 novos casos, depois o Centro com mais 11 204, o Algarve com 2828, o Alentejo com 2094, os Açores com 1285 e por fim a Madeira com mais 1157.

Foi também no Norte que se registou o maior número de mortes (16), depois a região de LVT com 15, o Centro com nove e o Alentejo com duas mortes. As vítimas mortais são dois homens com idades entre os 50 e os 59 anos, quatro homens e duas mulher na faixa etária seguinte, seis homens e quatro mulheres com idades entre 70 e 79 anos e, por fim, 14 mulheres e dez homens com mais de 80 anos.

Também com tendência de aumento continuam os casos ativos - são 515 962, mais 3391 em 24 horas - e os contactos em vigilância pelas autoridades de saúde - 546 357, um acréscimo de 26 343 comparando com terça-feira. Entre infetados e casos ativos, há mais de um milhão pessoas afetadas pela pandemia neste momento.

Por outro lado, conseguiram recuperar da doença mais 62 145 pessoas, num total de 1 842 153 recuperados.

Em dia de atualização da matriz de risco, o número de novos casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias sobe para 5728,4 (5322,6 na segunda-feira) e o risco de transmissibilidade Rt sobe para 1,17 (1,15 na atualização anterior).